(11) 5185-0570

(11) 99907-6292

Av. Arnolfo de Azevedo, 84 - Pacaembú - São Paulo - SP - 01236-0360

Preenchimento

Existem várias indicações para o preenchimento cutâneo, dentre as quais estão:
  • Rugas de repouso;
  • Sulcos da pele (principalmente nasogeniano);
  • Delineamento dos lábios;
  • Aumento do volume dos lábios;
  • Cicatrizes de acne;
  • Cicatrizes em geral;

Esse procedimento preconiza a introdução de uma substância compatível com a pele no local a ser tratado. Esta substância irá “preencher “ o local, provocando um levantamento parcial e também estimular as fibras preexistentes. A duração do resultado dependerá da substância que for utilizada, pois existem materiais permanentes e não permanentes.

A substância mais utilizada para preenchimentos é o ácido hialurônico, que é componente natural da pele e responsável por sua hidratação. Essa substância não é  definitiva, compatível com a pele e não provoca alergia, sendo desnecessário o teste antes da aplicação. Em relação ao produto a ser aplicado, é necessário saber da sua aprovação e legalização pelo Ministério da Saúde.

O preenchimento é feito em consultório adequado para tal. Os instrumentos têm assepsia específica e as roupas devem ser apropriadas. O local deve ser confortável, iluminado e silencioso. Não há necessidade de preparo anterior para realizar o preenchimento. É feita anestesia local ou mesmo aquela semelhante ao dentista, dependendo da área a ser tratada. Em seguida, o médico utiliza uma agulha de tipo especial para aplicar a substância.

A técnica é feita ponto a ponto ou por retroinjeção. A aplicação é realizada na área escolhida previamente respeitando as quantidades máximas para cada tipo de produto. No pós-operatório pode haver avermelhamento, inchaço e formação de hematomas. Esses efeitos vão depender da idade do paciente, da quantidade aplicada e da substância utilizada. O resultado final do preenchimento poderá ser observado cerca de quinze dias depois. A duração deste resultado dependerá muito do material utilizado e da resposta do paciente.
« Voltar