(11) 5185-0570

(11) 99907-6292

Av. Arnolfo de Azevedo, 84 - Pacaembú - São Paulo - SP - 01236-0360

Luz Intensa Pulsada

A luz intensa pulsada (LIP) é um dispositivo que emite luz de alta intensidade, policromática, não coerente e não colimada. Sua versatilidade permite combinar parâmetros e tratar vários tipos de lesões cutâneas vasculares e melanocíticas, além da realização da epilação e do fotorrejuvenescimento não ablativo.
 
O mecanismo de atuação da LIP é baseado na captação de energia por determinados alvos teciduais, denominados cromóforos, cujo princípio é o da fototermólise seletiva. Os três principais cromóforos da pele humana são a hemoglobina, a melanina e a água; cada um desses possui picos específicos de absorção de luz.
 
 A LIP possibilita o tratamento de várias lesões causadas pelo fotoenvelhecimento, em diversas áreas do corpo como face, dorso das mãos, colo e pescoço. Trata rugas finas, vasos faciais, rosácea, manchas solares, dano solar crônico, alteração de textura da pele, olheiras, poiquilodermia (manchas, vasos e envelhecimento do colo e pescoço) e promove a depilação.
   
O que permite que a LIP trate diferentes problemas é sua amplitude de comprimento de ondas, que atingem diferentes profundidades da pele.    O tratamento com Luz Intensa Pulsada está indicado para pessoas com fototipos I (cútis branca muito sensível), II (cútis branca pouco sensível) e II (cútis morena clara). Tonalidades mais escuras têm maiores chances de complicações, pois a melanina, em maiores quantidades, pode absorver o feixe luminoso.
 
Sobre o Tratamento com a LIP
O tratamento pode gerar dor e desconforto, no entanto, são suportáveis. Caso a sensibilidade do paciente seja grande, é possível usar medicação anestésica tópica.  
  
Geralmente, para se obter o máximo de eficácia no tratamento de manchas, sardas e vasos sanguíneos aparentes se recomendam quatro sessões em média, mas é comum observarmos os resultados desde a primeira aplicação. O intervalo entre as sessões pode variar, mas a espera de 21 a 30 dias costuma ser suficiente.
   
Pode haver irritação, dor, inchaço, formação de croastículas, feridas e vermelhidão. Em geral estas lesões são brandas e se resolvem de cinco a sete dias após o tratamento.
 
Contraindicações ao Tratamento
 Gestantes, pessoas com vitiligo ou infecções ativas no local a ser tratado devem evitar o tratamento pois podem ocorrer hipo ou hipercromia, isto é, alterações da coloração da pele. Pessoas em uso de medicações que aumentem a fotossensibilidade, também devem evitar o tratamento com Luz Intensa Pulsada.
« Voltar